Sinopse: Ana Elizabeth troca o luxo e a riqueza da sua aristocrática família londrina pelas “calles” madrilenas, em busca do seu sonho: ser fotógrafa. Dona do seu nariz, ela monta com a amiga Nekane um estúdio fotográfico na capital espanhola e segue seu caminho de sucesso. No dia em que o prédio onde trabalham enfrenta um incêndio, Ana conhece Rodrigo, um dos bombeiros que atendem ao chamado da ocorrência. A troca de olhares aquece não só o corpo da fotógrafa, mas também seu coração e ela se entrega à inusitada amizade – com benefícios – que nasce entre eles. Apesar de cúmplices, um balde de água fria vai comprometer a liga dessa relação, quando Rodrigo – um mulherengo de carteirinha – descobrir que sua querida Ana está grávida de um turista suíço que passou por sua vida sem passagem de volta e de quem ela só sabe o nome. E o que dirá sua pomposa família quando souber que ela está grávida de um desconhecido e é amante de um bombeiro pobretão? Só a leitura do livro revelará!





         Vou logo dizendo que adorei o livro, e achei que retrata bem os casos em que algumas mulheres passam quando o cara te bota na friendzone.
     Depois de um incêndio numa sessão de fotos, a fotógrafa Ana conhece o sarado bombeiro Rodrigo, ela sente uma atração por ele mas ele não sente o mesmo, invés de ficar com ela ele prefere  a companheira de quarto dela que ela odeia, a Iris que é uma modelo, depois de um tempo de brigas entre os dois porque a Ana sente uma raiva dele eles decidem se tornar amigos, mesmo isso sendo uma desgraça pra Pêssegos Louco (apelido que o Rodrigo botou nela porque ele diz que ela cheira a pêssegos). Um dia tudo muda quando ela descobre que está grávida de 3 meses de um cara que ela dormiu no mesmo dia em que o Rodrigo dormiu com a Iris, ela entra em pânico, até que a melhor amiga dela diz que ela não deve perder tempo e arrastar o Rodrigo pra cama e numa noite ela concegue, mas aí os enjoos começam e depois dessa noite de paixão eles não ficam mais juntos e o Rodrigo continua sua vida pegando qualquer mulher pela frente e enquanto isso ele e a Ana se tornam amigos inseparáveis, o que só deixa nossa mocinha infeliz, ver a pessoa que você gosta com outra não é fácil :/
        Enfim, vamos apenas dizer que uma boa parte do livro é sobre isso, é perto do fim eles começam a brigar muito, mas o Rodrigo é um amor com ela e o filho dela e ele ajuda ela em tudo, mesmo sendo umas coisas que ele não aprova e que acaba comprometendo algumas coisas .
a história é boa, e tem uma coisa que o Rodrigo fala que eu achei certíssima , a culpa não é da pessoa se ele não amou a outra ao mesmo tempo em que ela o amou e punir alguém por isso e não dar uma chance é um erro. O trecho exatamente não é esse, mas é o que implica, e é a mais pura verdade. Ela fica com raiva porque enquanto ela o almejava ele estava com outras, mas no fim que culpa ele tem? Se eles tivessem tido um relacionamento aí sim ela podia ficar puta, mas eles eram amigos e ele fazia de tudo e mais um pouco por ela.

Deixe um comentário