Sinopse: Beth Cornett é uma boa garota e tenta ficar fora do caminho dos perigosos membros do clube de motoqueiros. Infelizmente ela consegue chamar a atenção de Razer, que tem toda a intenção de tentá-la a ficar com ele apesar de suas dúvidas. Quando seus piores medos sao concretizados ela é deixada com o coração partido, determinada a esquecer do seu passeio para o lado selvagem. Razer não ia mudar por qualquer mulher, nem mesmo Beth. Seus estilos de vida eram muito diferentes; Ele a traiu, ela correu e ele percebeu seu erro tarde demais; Ela não estava disposta a perdoar e esquecer. É preciso uma tentativa de assassinato para trazê-la de volta para ele e Os Last Riders seriam a sua proteção. Razer pode ter aprendido sua lição, mas desta vez, enquanto ela estiver no clube ela tem que jogar pelas suas regras.



          Olá anjos, pra quem não sabe eu já li mais de centenas de livros durante esse um ano e meio que passou, então sempre que lança um novo eu vou correndo dá uma conferida, este não foi diferente. Quem me conhece sabe que amo livros de MC, policial, Seal, máfia, essas coisas. 

          Esse livro é de MC então eu fui lê-lo, mas ele não me agradou, primeiramente pois a escrita é meio que na terceira pessoa, tipo "Beth pensou isso e fez isso e blá blá. Razer não gostou da atitude de Beth e blá blá de novo" eu não sou fã de escrita assim, mas isso não me impede de ler. Outra coisa que não gostei é que o Razer é um idiota, ele totalmente faz jus à imagem de motoqueiro contra relacionamentos sentimentais e uma máquina de orgia ambulante. Pra mim ele não teve aquele momento "tcham" em que ele diz ou faz algo fofo, bonito. Acho que o máximo de fofura que a Beth recebeu foi o nome dela acima do órgão genital dele, pois ele sempre diz que o pênis dele nunca vai ter o nome de uma mulher sobre ele. 
     Na realidade eu quero ler mesmo o livro em que contenha o Shade e a Lily, ele é um membro do clube e amigo do Razer e ela é a irmã mais nova da Beth.

    A Beth é aquela garota que perdoa TUDO, literalmente TUDO! Tinha horas que eu ficava "que idiota!", uma coisa é você ser boa e outra é deixar as pessoas te pisarem. Exemplo, ela estava meio envolvida com o Razer no início, aí ela conheceu essa garota no clube, Evie, ela até oferece um emprego pra ela e tal, e se tornam meio que amigas, aí um dia uma guria que a odeia, Sam, a leva e mostra a Evie fodendo com o Razer, da parte dele até que eu entendo, ele nunca disse que queria algo mais com ela como um relacionamento sério, mas é foda por parte da Evie que sabia que ela gostava dele, aí o que a Beth faz? Perdoa. Argh dá uma raiva que meu Deus do céu.

      Então, quem quiser ler esse livro, leia, a opinião que deixei aqui é apenas minha, cada um tem sua mente e gostos, se gostarem, porra legal, se não gostarem, porra legal também. Mas não deixem a minha opinião afetar a escolha de vocês, leiam e tirem suas próprias conclusões.

4 Comentários

  1. Não se gosto desse livro , ele me deixou triste em algumas partes. Esse Razer é um puto algumas vezes. E Beth uma cadela boba ,céus... Veja quando ela vai visitar ele no Club depois do hospital , chorei junto com Beth. Ele foi um puto totalmente idiota . Sabe a vontade que tive foi entrar lá e bater ele, sério. A Beth sempre perdoa. Affs...

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. esse é o único livro em que eu li,que me fez odiar os personagens.o Razer por ser um prostituto insensível.e a Beth por ser sonsa.a serie desse livro em si,me enojou e revoltou em algumas partes.

    ResponderExcluir