Livro 1 - RAZE

Sinopse: Um homem despojado de sua liberdade, sua moral... sua vida.
Condicionado em cativeiro para mutilar, matar e abater, o prisioneiro 818 se torna um lutador sem remorso, sem rival e imparável no ringue. Violência é tudo o que conhece. Morte e brutalidade são os mestres de seu destino.
Depois de anos de encarceramento em um inferno subterrâneo, apenas um pensamento ocupa sua mente: vingança... sangrenta, vingança lenta e violenta.
Vingança sobre o homem que mentiu para ele.
Vingança sobre o homem que o ofendeu.
Vingança sobre o homem que o condenou e o transformou nisto: uma máquina de matar movida pela raiva. Um monstro vazio de humanidade; um monstro cheio de ódio. E ninguém vai ficar em seu caminho para conseguir o que quer.
Uma mulher despojada de sua liberdade, sua moral... sua vida.
Kisa Volkova é a única filha de Kirill 'O silenciador' Volkov, líder da infame 'Tríade' de chefes russos da Bratva de Nova York. A vida dela está protegida. Na realidade, é uma prisão virtual. O tratamento selvagem que seu pai dá a seus rivais e seu lucrativo e cobiçado ringue de luta subterrâneo — O Calabouço — garante que muitos inimigos se escondam em sua porta.
Ela sonha em ser livre.
Kisa conheceu apenas crueldade e perda em sua curta vida. Como gerente de empreendimentos no jogo da morte de seu pai, apenas a tristeza e dor preenchem seus dias. Seu pai é um chefe mafioso, em seu mundo, as regras são absolutas. E seu noivo, Alik Durov, não é melhor; campeão do Calabouço por cinco vezes, um assassino frio, o filho precioso do melhor amigo de seu pai e seu próprio — e muito ressentido — guarda costas. Inigualável em força e posição social, Alik controla todas as facetas da vida de Kisa, domina todos os seus movimentos; a mantém submissa e morta por dentro... até que uma noite muda tudo.
Enquanto trabalhava para sua igreja, o único alívio em sua constante vigilância, Kisa se depara com um sem-teto tatuado, com cicatrizes, mas belíssimo, nas ruas. Algo sobre ele mexe com sentimentos dentro dela; desejos familiares ainda que impossivelmente proibidos. Ele não fala. Não se comunica com ninguém. Ele é um homem além da salvação e um homem que ela deve esquecer rapidamente... pelo bem de ambos.
Mas quando semanas mais tarde, sem querer e para sua completa surpresa, ele é anunciado como o lutador substituto no Calabouço, Kisa sabe que ela está com problemas. Ele construiu, rasgou e foi letalmente implacável com seus adversários, deixando o medo atrás dele e o olhar da morte em seus olhos.
Kisa se torna obcecada por ele. Anseia por ele. Anseia por seu toque. Precisa possuir este misterioso homem... este homem que chamam de Raze.

    A sinopse do livro é BEEEEEEM grande e diz bastante sobre o livro em geral.
  Kisa e Luca eram loucamente apaixonados um pelo outro quando jovens, ambos de famílias poderosas da mafia, e no meio deles tinha Alik que era um doido de pedra e super apaixonado pela Kisa. 
    Com a morte de seu Luca ela acaba se tornando noiva de Alik, depois de anos 818 salva ela na rua e ela decide ajudá-lo, Raze perdeu a memoria e lembra somente de uma unica coisa, vingança contra Alik.
    É a partir dai que a historia começa, Kisa reencontra o seu amor perdido, mas ele não é mais aquele garoto que ela conheceu um dia, agora ele é um lutador inabalável, com o decorrer do livro a autora mostra os lapsos de memoria que o Raze tem de sua vida como Luca, Kisa ajuda ele em vários aspectos nisso e ele pode até ter perdido a memoria, mas ao vê-la ele ainda sente dentro dele um sentimento intenso, eles se envolvem amorosamente, mas o noivo dela descobre....
   Li esse livro achando que ia ser bem dark, mas a autora soube dividir o sentimento de vingança e o de amor nos momentos e quantidades certas.

Livro 2 - REAP

Sinopse: Criado como um protótipo pela droga da obediência 221 não consegue pensar,  agir ou viver por si mesmo; ele é trabalhado perfeitamente pelo seu mestre para ser um fantoche para assassinatos.  Tendo 1, 98 e pesando 113 kg e inigualável no combate à morte,  221 protege com sucesso o negócio para o chefe Georgiano da Máfia de NYC,  que governa o mundo escuro do submundo do crime. Até seus inimigos capturá-lo.
Talia Tolstaia sonha em sair das garras da vida da pesada da Bratva. Ela sonha com outra vida - longe de seu trabalho no calabouço, empresa do jogo da morte de sua família e do crime no subterrâneo. Mas quando ela se depara com um cativo de sua família que é mais monstro que homem, ela começa a ver o homem por baixo. Um homem poderoso e bonito, danificado cujo coração chama o dela. Mas sacrifícios devem ser feitos - sangue por sangue... vida por vida... almas por almas marcadas...

    Esse livro é o estilo de Raze, mas são historias bem diferentes, mas não deixa de ser bom.
    Talia decide fugir um pouquinho da vida dela em uma casa longe, mas ai o irmão dela(Luca) chega com um hospede nu e o algema no porão (eu não vou dizer o porque de Raze ter pegado ele pois é um spoiler bem grande tanto do primeiro como do segundo livro), depois de semanas assistindo 221 através de câmeras ela desce ao porão e o limpa enquanto ele dorme, mas ai ele acorda e puf, a historia dos dois começa.
    O Zaal é muito fofo, ele sofreu tanto durante 20 anos mas o modo que ele fala é de partir e acelerar o coração. 

"Eu estava sempre sozinho. Eu gostava mais de estar com esta fêmea. Eu não queria mais ficar sozinho."
"Eu coloquei meu dedo em seu coração, em seguida, colocando o dedo sobre o meu, eu perguntei: "- Você é... para mim?"

    Quando olha assim você acha que é besteira, mas eu estava hipnotizada pelo livro e eu fiquei arco-íris quando li isso, essa é uma das cenas em que meu coração partiu e acelerou por ele, ele sofreu tanto desde que tinha 9 anos de idade e ele perdeu tudo por causa do "mestre" dele e do nada alguém salva ele e no meio de um porão ele encontra alguém que o ajude e cuida dele.
    Eu amei esse livro, amei, eu me doí por esse livro, fictício ou não meu coração ficou aos pedaços.

2 Comentários

  1. Sim. Eu te entendo bem. Eu li ambos os livros e anseio pelo próximo que vai vir com tanta emoção quanto os dois ultimos. O jeitinho que Tillie escreve te deixa completamente hipnotizada e te faz sentir tudo o que seus personagens querem transmitir,muitas vezes durante a leitura isso deixo meu coração apertado e meus olhos marejados. Amo o Luca e o Zaal <3
    Meus Amores.

    ResponderExcluir