THIS MAN #1

"A jovem designer de interiores Ava O'Shea tem uma entrevista para uma primeira consulta no The Manor com o proprietário, o Sr. Jesse Ward. 
Ela está esperando nada mais do que um homem com excesso de peso, vestindo gravata, um próspero compatriota, e na chegada, nada sugere o contrário. Como ela poderia estar mais errada? Este homem é devastadoramente bonito, charmoso e confiante. Ele também é  vaidoso, hedonista playboy, que não conhece fronteiras. Ava desesperadamente não quer ser atraída por ele, mas ela não pode controlar o efeito avassalador que ele tem sobre ela. Seu  instinto lhe diz para correr, então ela o faz, mas Jesse Ward não está tão disposto a deixá-la ir. 
Ele  a quer e está determinado a tê-la. Ela sabe que é uma forte candidata a ter um coração partido, mas como ela pode fugir quando ele não quer perdê-la?"

THIS MAN #2

"Ela sabia que encaminhava-se para o desastre. Seus instintos lhe diziam para correr, mas era difícil escapar de um homem como Jesse Ward.
Há cinco dias Ava deixou Jesse bêbado e furioso no Lusso - deixou para trás um homem que a afogou com sua intensidade e a surpreendeu com seu toque.  Esquecê-lo não seria fácil. E agora ele voltou à sua vida.
Ela tem perguntas que precisam de respostas, mas sua determinação em conseguir tais respostas só darão ao playboy caçador de prazer a oportunidade para destrui-la. Ela precisa manter os olhos abertos e constante vigilância ao que está por vir, e Jesse Ward pretende se aproveitar de cada oportunidade que tiver...
Ele é sombrio e está alquebrado - Ava sabe disso, mas a única forma de saber o quão sombrio e ferido ele está, será quebrando a capa de aço deste homem."


THIS MAN #3

A saga de Ava O’Shea e Jesse Ward chega ao fim no mais romântico, mas não menos picante, dos três livros que compõe essa trilogia erótica, best-seller mundial. O segundo volume da série termina com o belo e rico empresário se ajoelhando e pedindo a decoradora em casamento. No entanto, o futuro cor-de-rosa não se concretiza de pronto e, apesar de uma sofisticada e bela cerimônia de casamento no libidinoso Solar, o casal se separa novamente. E isso é só o começo deste terceiro e último livro da trilogia O Amante.
  Um “fantasma” do passado de Ward voltará a aterrorizá-lo e não só irá comprometer o sonhado final feliz ao lado de Ava, como também colocará em risco a vida dos dois, numa sequência fabulosa de percalços, com direito a ameaças anônimas e perigosas perseguições automobilísticas pelas ruas de Londres. Será que os dois vão ter seu sonhado final feliz?



    Eu não vou falar de cada livro da trilogia separadamente, e sim de um modo geral. 
Jesse se torna o novo cliente da Ava, uma designer famosa. Eles têm um choque de atração imediata ao se conhecerem, mas a Ava luta contra isso com unhas e dentes, mas o chefe do Solar não vai aceitar um "não" como resposta. 
Ele a quer.
Ele a terá. 
    Gostar de Jesse Ward é incerto, ou você o ama ou você o odeia, eu o amo, ele tem o seu jeito louco, possessivo, protetor e tudo mais, porém, o modo que ele trata a Ava é algo bonito de se ler e imaginar, é como se ela fosse o mundo pra ele, algo de valor inestimável que deve ser tratado delicadamente e adorado até o seu último suspiro. 
    O livro não é aquela coisa de a mocinha indefesa e o bad boy reformado, sim, a Ava é uma ótima pessoa, mas ela tem fogo dentro dela, ela pode ser adorável e pode ser raivosa, às vezes até sentia um pouco de raiva dela, pois ela fugia constantemente do Jesse, mesmo quando ele estava sendo maravilhoso com ela, é claro que às vezes ele dá motivo, mas nem sempre, a maior parte é ela que decide fugir, e se eu fosse o Jesse eu também ficaria frustrado.
   Jesse é dono de um clube de sexo chique, mas não aquele tipo depravado, o hotel tem locais específicos para as relações sexuais, mas a Ava não sabe disso, quando ela entra no Solar ela só acha que o lugar é um Hotel comum. 
    Quando Jesse conhece a Ava ele sente coisas que nunca sentiu antes, então ele vai passar por cima de tudo e todos que o impeça de ficar com ela.
Você é como um livro que não consigo largar. Preciso saber mais.” — Jesse Ward.
    O Jesse é tão irracional que por estar com tanto medo de perder a única coisa que significou algo pra ele depois de muito tempo ele esconde as pílulas anticoncepcionais dela sem ela saber, óbvio que depois de um tempo ela suspeita dele, mas mesmo assim ela não o acusa, então quando ela engravida e ela entra em um ataque, uma parcela de culpa é dela também, dentro dela ela sabia que ele sempre às escondias, mas depois de um tempo ela deixou por isso mesmo.
    Eu amo esse livro, eu amo o modo que a autora organizou a história, eu amo tudo desse livro, eu sou completamente viciada nele, tão viciada a ponto de reler três vezes consecutivas.

4 Comentários