Sinopse: Nikolai Leokov nunca imaginou que ele iria se apaixonar pela única garota que ele se tornou amigo.
Valentina Tomic tem problemas de compromisso, após uma monstruosa decepção.
Quando Tina decide fazer o dia do mal-humorado Nik melhor, ela nunca imaginou que iria se tornar amiga do carrancudo homem.
Nik nunca imaginou que teria uma mulher tão encantada por ele, sem pedir nada em troca.
Nik e Tina cordialmente os convidam a ler FRIEND-ZONED.
Uma história de amizade, humor e amor.



        Vocês não tem a mínima noção de quanto tempo eu esperava a tradução desse livro, eu já havia lido a sinopse inglês dele há muito tempo e me interessei bastante, então quando chegou pra mim eu tive um... pequeno ataque e parei tudo o que estava fazendo e corri para ler. Não me arrependo. Adorei.

        Tina sempre via o Nik pelo vidro de sua loja de roupa fumando três vezes todo santo dia na rua, ele é dono de uma boate na vizinhança e nunca sorri. Certo dia a Nik decide pagar alguém para enviar um doce e uma nota para ele. Nik manda o seu irmão e funcionário Max para ir buscar a dona da loja e trazê-la a boate para conhecê-lo, quando isso acontece o Nik acha que a Tina está afim dele e ele não sabe como recusá-la, então enquanto ele pensa sobre isso a Tina percebe a confusão e pergunta se eles podem ser amigos, e é assim que Nik entra pela primeira vez da vida na área Friend-zone.

        Eu gostei BASTANTE da historia, ela é uma delicia de se ler e bastante agradável. Tem humor, drama, tudo acontecendo na medida certa.

        Uma das coisas que adorei foi que o livro é grande, mas ele não é parado, sempre tem coisas rolando, e o Nik e a Tina não são o único “não” casal da história, os amigos de Nik e as amigas de Tina meio que se tornam “envolvidos”, mas não ficam juntos, então já temos uma boa previa de quem será os próximos livros, mas devo admitir que estou louca da vida em ver quem será a escolhida de Max, pois quando vocês lerem esse primeiro livro vocês irão conhecer a adorável filha dele, que é paraplégica graças aos maus cuidados de sua mãe.

Deixe um comentário