Sinopse: Há um milhão de razões pelas quais eu deveria ficar longe de Vincent Cesare. Isso era para ser temporário. Era para eu lidar com seus jogos de cartas ilegais e obter algum dinheiro rápido. Era isso. Eu não deveria me apaixonar por ele. Pouco a pouco, eu vejo o monstro sorrindo para mim através das rachaduras de seu terno bonito. Ele não vai me dizer o que ele faz, e eu não tenho certeza se quero saber. A escuridão em seus olhos me aterroriza. Ele está me seduzindo em sua teia de mentiras com o seu charme, e agora eu estou presa em sua vida. Ele está tomado o controle sobre mim sem que eu sequer perceba... Ou resista. Eu estou no caminho sobre a minha cabeça. Ele prometeu que nada iria acontecer comigo. A família Vittorio me quer morta e só há uma pessoa que eu possa recorrer. Mas o que me assusta é o que eu vou ter que fazer. Vou precisar me tornar sua.



          Eu estou tendo sentimentos conflitantes pelo livro, teve horas que eu definitivamente me agarraria ao Vince como um macaco, e outras em que eu daria um mortal nele, ok, ele ia ficar puto e me dar surra de cinto depois, mas o que importa no fim é que eu bati nele. 

          Então gente, eu nunca ouvi falar dessa escritora e decidi tentar porque o nome da série me atraiu... Tem "máfia" escrito então óbvio que eu não perdi tempo em começar a ler. Pois bem, o livro É bom e tem umas coisas bem fodidas rolando. 

          Adriana é uma universitária falida que banca a mãe e é uma jogadora de pôquer. E é jogando que ela conhece o nosso Capo lindo e homem das cavernas Vincent. O que eu achei meio estranho é que sempre que ouvimos a palavra "Capo" já associamos ao poderoso chefão da máfia, mas na verdade o Vincent é o terceiro na linha de poder, ele comanda seu grupo obviamente, mas ele responde ao chefe. 

          Vincent vê que Adriana sabe jogar cartas e a chama para trabalhar pra ele, bem, Adriana se joga em cima dele praticamente é isso a faz se tornar um alvo, ainda mais quando um se apaixona pelo outro. Burrada fenomenal para alguém da máfia porque isso se torna a sua grande fraqueza, e foi isso o que aconteceu a Vincent. 

          Adriana sofre diversos atentados, e tem certas horas em que ela surta e quer fugir de Vince, mas ele não permite que a mulher que ele ama se afaste. Foi nessa hora que eu o odiei. Ele praticamente tirou a liberdade dela, e sempre que ela falava em terminar ele a seduzia.

          Pois é gente, eu estava achando o livro muito bom, mas o final... deixou a desejar em certos aspectos, eu acho que merecia ao mesmo um epílogo pequeno já que a última cena não foi emocionante e arco-íris.

Deixe um comentário