Sinopse:
Royal Savage
Eu não posso fechar os meus olhos... Eu me recuso a isso. Toda vez que eu faço, tudo o que vejo é sangue, morte e dor. Eu posso sentir isso – quase prova-lo, levando-me de volta para aquela noite... Não importa que eu ainda esteja respirando; Eu já não preciso disso, eu não quero mais isso. Eu desprezo-o juntamente com tudo mais em torno de mim. A única coisa que eu desejo é a porra de desaparecer. Eu desisti. Até ela, pelo menos...
Avalon
Ela vem para o meu mundo, me surpreendendo. Acontece-me de tê-la ao meu redor. Faz-me querer envolver minha mão em torno de sua garganta um pouco apertado, e transar com ela até que ela sinta a minha dor, sinta o monstro em mim, mas também me fazer querer protege-la da mesma coisa que ela deveria estar com medo... de mim.
Uma vez que ela ver o dano de que eu sou capaz, ela vai olhar pra mim como todos os outros em torno de mim fazem: com medo.
Avalon Knight
Seus olhos... a escuridão que me atrai para ele, me fazendo querer prova-lo, senti-lo... E salvá-lo.
Eu não deveria ter começado na parte traseira de sua moto naquele dia. Eu sei disso agora. Colton me avisou. Foi-me dito que era perigoso; foi-me dito que nada mais seria o mesmo. Ele estava certo. ROYAL é perigoso, escuro e sedutor, a mesma coisa que me mantém pendurada, disposta a dar meu ultimo suspiro apenas para tocá-lo... Respirá-lo, entrar. Ele é selvagem, fechado e altamente cativante. Tão diferente de seu irmão...Ele é perigoso para minha saúde, mente e corpo, no  entanto, a única coisa que eu almejo. Quero libertá-lo. Eu quero mudar sua mente, mas eu estou com medo de que já esteja muito danificado.




       Esse livro é lindo, de uma forma bem fodida. Eu estava super-receosa ao ler a sinopse, não sei por que, mas a sinopse não me agradou e após ler o livro eu não acho que ela faz jus a profundidade de coisas que acontecem ao decorrer da história. Pela sinopse eu supus que este livro seria um romance Dark, principalmente pela parte do Royal. Mas na verdade, ele é um amor, óbvio que ele tem seus momentos ruins, mas são pouquíssimos. 

       O livro tem muita briga, muita mesmo, tem um ex-namorado louco e imbecil, amigos leais, um bar de motoqueiros durões, famílias boas e ruins, um passado trágico e um final surpreendente. São diversas situações que ocorrem que eu achei bem coordenado com a história.

       O Royal e a Avalon ficam juntos praticamente no início, e isso foi um ponto positivo, pois geralmente quando o cara perde a mulher que ele ama ele praticamente bota um cinto de castidade e não quer saber de mulher, o Royal não negou o desejo que sentia pela Avalon, eles foram deixando o relacionamento fluir, mesmo ele não estando certo no início de ele deveria prosseguir com isso, ainda mais o seu irmão sendo o ex-namorado dela e a dor de perder as duas pessoas que importavam para ele na mesma noite no passado. 

       Eles chegam até a namorar gente, ele leva almoço pra ela no trabalho, protege ela, ele é ótimo. Mas quando ela diz que o ama? Vish sai de perto. 

       Eles não passam por muita situação juntos, acho que o foco todo foi a recuperação do Royal, seu acerto de contas para tentar apaziguar um pouco sua dor. O papel da Avalon foi mais para apoia-lo e segura-lo quando necessário. 

       Eu gostei do livro, realmente gostei, ele teve um contexto bom e um final que realmente me surpreendeu e que eu particularmente amei.


Deixe um comentário