Sinopse: Minha história não é para quem tem coração fraco. Ela é repleta de lindos empecilhos e tragédias que beiram a aflição. Eu nasci no mundo do rock-n-roll, era uma mera menina, que só queria ter sua própria cara de guitarra. De alguma forma, no meio de amplificadores, acordes e guitarras, encontrei o meu lugar. Eu nasci para criar música e fazer a multidão ficar de joelhos… até ser interrompida. Até o momento em que, pensar em fazer parte disso tudo, sem a presença dele, me causava náuseas.


Pensei que pudesse fugir do rock-n-roll, mas não consigo. Meu irmão é um rock star, e todos os nossos amigos fazem parte dessa indústria. De uma forma ou de outra, tenho o pressentimento que serei sugada de volta, apesar de ter medo de não sobreviver. Talvez eu tenha mais chance de sobreviver ao rock-n-roll do que tenho de sobreviver ao Jagger Carlyle. Jag é o melhor amigo do meu irmão, vocalista principal e guitarrista da banda Broken Access. Eu o amo desde menina, mas o mercado da música e o meu medo de rejeição, me impediram de assumir esse sentimento por todos esses anos. Quando as faíscas começam a inflamar e o mundo se empenha em nos separar, chego a pensar se o amor será o bastante.

Minha história te fará chorar, seja por tristeza, ou por causa do Kip. Basicamente, Kip é um idiota, mas ele é o meu melhor amigo. Ele tem o hábito de me acordar com filmes pornográficos Europeus ridículos, e tem o dom de dizer as coisas mais inadequadas. À noite, é baterista; durante o dia é meu parceiro de crime. Eu deveria ter me apaixonado por ele, mas ele nunca cala a p***a da sua boca. Ele sempre foi o meu porto seguro, e, quando meu coração é partido em dois pelo Jagger, é Kip que fica ao meu lado.

GENTEEEEEEEEEEEE VAMOS APLAUDIR ESSA AUTORA POR CRIAR ALGO MAGNIFICO.
Eu estou apaixonada, apaixonada, completamente apaixonada! Eu estou surtando por causa dessa maravilha, eu devorei esse livro, literalmente.
A trama gira em torno da Henley e dos integrantes da Broken Acess, principalmente o Jag(mocinho), o Kip (meu amor, ninguém olha), e o Koi (irmão da mocinha).
O melhor amigo da Henley morre num acidente de carro bem no início do livro, e não gente, não considero isso um spoiler pois foi literalmente no início do livro e que foi o ponto de partida para todo o resto. Henley não leva muito bem a morte do seu amigo e parceiro de banda, então ela se afasta de todo esse mundo por anos, deixando todos preocupados com ela, mesmo que eles estejam vivendo seu próprio inferno pessoal. Quando ela volta é que ela recupera sua vontade de tocar e começa um romance com o seu amor desde a infância, Jagger, que retorna os sentimentos com a mesma intensidade.
Henley é uma personagem forte, engraçada, bem-humorada, racional e maravilhosa. Ela não tem frescuras e nem aquele famoso cu doce. Eu a amei, ela foi perfeita para mim.
Jagger é, ahhh... Jag, como não amar Jag? Ele é perfeito, um príncipe e incrivelmente fofo, mas não do tipo meloso que te dá vontade de vomitar e sim do tipo que você quer guardar num potinho e proteger de todo o mal do mundo pois você se apaixona por ele.
O personagem secundário que se destacou para mim foi o Kip, SEM SOMBRAS DE DÚVIDA! O homem tem um lugar no meu coração e eu estou implorando por um livro dele, gente, eu ri demais desse homem.
“Basicamente, Kip é um idiota, mas ele é o meu melhor amigo. Ele tem o hábito de me acordar com filmes pornográficos Europeus ridículos, e tem o dom de dizer as coisas mais inadequadas. ”
Além dele ser engraçado sozinho, quando se une com os meninos da banda e a Henley ele se torna incrivelmente comediante, mesmo que ele se ferre algumas vezes por causa de suas piadas.
“Para com isso, seu porco sem coração! Henley ficará brava se você machucar meus mamilos. Ela gosta de chupá-los. Fala pra ele Henley!”
Eu amei esse livro, AMEI demais. A representante da autora me informou que ele vai virar livro físico e eu estou implorando para que esse dia chegue logo pois eu sei que vou surtar completamente. E quero agradecer muitíssimo por ter tido a oportunidade de ler ele, ele realmente superou todas as minhas expectativas, eu mal terminei de ler e já quero o segundo logo, pois já passo pela minha cabeça duas coisinhas que possam ter desencadeado aquele final. E sim, amores, vai ter continuação!

Deixe um comentário