Bruce Wayne está prestes a completar 18 anos e herdar a fortuna de sua família, além do controle das indústrias Wayne. No entanto, no dia do seu aniversário, ele faz uma escolha impulsiva e é condenado a prestar serviço comunitário no Asilo Arkham, uma mescla de prisão e hospital psiquiátrico onde estão detidos os criminosos mais desequilibrados da cidade.  Lá ele conhece Madeleine, integrante das Criaturas da Noite, um grupo radical que deseja acabar com a elite de Gotham. Até então, a moça se recusava a confessar seus crimes ou informar à polícia os futuros ataques que planejavam, mas ela resolve se abrir para Bruce Wayne, dando início a um perigoso jogo de sedução e inteligência. Será que o jovem Wayne vai conseguir convencê-la a revelar todos os seus segredos ou ela está apenas manipulando-o para arruinar Gotham? Enquanto o golpe final das Criaturas da Noite se aproxima, Bruce percebe que não é tão diferente de Madeleine. E, mesmo longe de se tornar o Cavaleiro das Trevas, precisará provar que está preparado para deter uma das maiores ameaças que Gotham já presenciou.
Série Lendas da DC #2 • Fantasia • Ficção Científica • Editora Arqueiro
256 páginas • 2018


Resenha

Batman: Criaturas da Noite é o segundo volume da série Lendas da DC que está sendo publicada no Brasil pela Editora Arqueiro. Cada livro da série é escrito por uma autora diferente, e a escolhida da vez foi a digníssima Marie Lu, alguém que eu particularmente eu sou fã. Nesta história nós temos um Bruce Wayne jovem que irá herdar toda a herança e patrimônio Wayne. No dia do seu aniversário de 18 anos, Bruce acaba envolvido numa perseguição policial e como punição por seus atos ele deve prestar serviços comunitários no Asilo Arkman, um local onde se encontra os presos mais perigosos de Gotham.
Talvez o período no Asilo Arkman pudesse ser um estudo pessoal sobre o funcionamento da justiça, um olhar atento á conduta dos detentos e aos sistemas de segurança prisional. Pelo menos era melhor encarar a sentença desta forma.
Durante seu trabalho em Arkman, Bruce acaba conhecendo uma jovem chamada Madeleine. A menina é um completo mistério e a polícia já não sabe mais o que fazer para conseguir tirar informações dela, sendo que a mesma já estava presa há meses. Madeleine é uma integrante de um grupo conhecido como Criaturas da Noite, eles roubam dos ricos da classe alta de Gotham, pessoas como o Bruce, para financiar suas operações. Quando Madeleine fala suas primeiras palavras na prisão, elas não são dirigidas a polícia e sim a Bruce, para a grande surpresa de todos. A detetive Draccon decide usar essa inesperada comunicação ao seu favor e faz Bruce começar a trabalhar para ela com escutas, seu intuito é fazer com que ele tente se aproximar de Madeleine para finalmente conseguir tirar algo dela sobre os planos dos Criaturas da Noite. Então o jogo se inicia e Bruce está mais do que disposto a jogar.
A noite chegava, e com ela o período em que os morcegos saíam para caçar.
A história desse livro é sobre um Bruce jovem que tem um forte desejo de aventura e uma atração por agir como detetive. Apesar da pouca idade nos vemos vislumbres de um homem maduro e decidido sobre o que quer, nós vemos toda a essência do Batman nesse personagem de 18 anos.
Para alguém que tem tudo, há trevas em seu coração,
Particularmente eu sou apaixonada pela Marie Lu, como já citei acima, então desfrutei bastante da história fluida que ela oferece. Este é um daqueles livros que iniciamos e quando por fim percebemos nós já estamos no final do livro. É uma leitura rápida e extremamente prazerosa. Os diálogos entre Madeleine e Bruce foi algo que me prendeu e como Bruce, eu fiquei com mais e mais vontade de desvendar o mistério que é Madeleine.
Você gosta de entender porque as coisas acontecem, de desvendar mistérios, arrumá-los em caixinhas... Mas não desvendou esse ainda.
Acredito que a intuição da Marie Lu ao escrever este livro foi para nos mostrar o início do Bruce como o nosso famoso e querido Batman. Recomendo esse livro para todos os fãs deste Cavaleiro das Trevas, e para quem busca uma leitura rápida e prazerosa.
Se Bruce Wayne pudesse ser resumido em um carro, seria este: um novíssimo e personalizado Aston Martin preto-carvão, impiedoso e luzidio.
A Editora Arqueiro foi impecável na diagramação do livro, as páginas são detalhas e cada capitulo contem o logo do Batman que acabou sendo um detalhe bem bonito, as páginas são amareladas, o acabamento em brochura e eu particularmente não notei nenhum erro ao decorrer da leitura.

 

 

17 Comentários

  1. Tudo bem? Já li e amei!

    Marie Lu me conquistou mais uma vez. Eu amo os heróis e os vilões de muitas histórias e claro que eu conheço Batman, quem não conhece? Então, Marie não recria algo irracional, ela fala do antes do Bruce ser o defensor que conhecemos e isso é muito bacana, pois não nos perdemos pensando em dois personagens diferentes e sim em um mesmo personagem que tem um passado que o levou a ser quem é na história original. Ver esse desenvolvimento e crescimento de Bruce foi fantástico! Amei cada página que virei.

    Adoro a escrita de Marie Lu e ela conseguiu mais uma vez me conquistar com essa leitura.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Tudo ótimo sim!

      Concordo com você em tudo, adorei o modo que ela descreveu essa versão do Batman Jovem, acredito que mesmo assim ela conseguiu capturar bem a essência do Batman que conhecemos ❤️

      Um beijo

      Excluir
  2. Oi! Sempre gosto de ver nossas versões de histórias que já conhecemos, e acredito que essa vai ser boa pra ler. Temos um Batman jovem e inexperiente, ainda desenvolvendo sua consciência e habilidades para lutar contra o crime. Gosto do Batman e ver esse lado jovem dele me atrai muito!



    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  3. Muito lindas as tuas fotos. Eu não quis ler esta saga de livros porque não sou muito fã dos heróis a ponto de ler mas gosto dos filmes. Porém achei muito criativa a questão de passar a imagem deles quando jovens, porém vi a questão positiva e negativa destes livros.

    ResponderExcluir
  4. Ola,

    Sua resenha me instigou a ler o livro, apesar de não ser um dos meus gêneros favoritos. Acho que já pude notar o suspense a trama carrega e parece prender bem o leitor. Fiquei curiosa para saber o que Madeleine esconde e espero ter a oportunidade de ler em breve. Amei as fotos! <3

    www.virandoamor.com

    ResponderExcluir
  5. Essa é uma série que eu quero muito e esse livro em especial por ser o personagem favorito do meu filho. Conhecer um Bruce jovem é eletrizante, ainda mais quando já tem um vilão que promete. Espero conhecer esse jogo de perto e me cativar pela Marie Lu, como é com você.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Esse livro me surpreendeu. Principalmente que dentre os super heróis, Batman de longe não era o favorito, e adorei sua história e de como tudo começou para ele nas ruas de Gothan.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  7. A cada dia vou me supreendendo com as releituras que fazem de historias conhecidas, eu gostei bastante da resenha essa autora conseguio me hipinotizar com a historia de uns do super herois que mais gosto.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Eu ainda não li nada da Marie Lu e seus elogios para com a escrita dela me deixaram curiosa, só não sei se começaria por este livro, mas estou considerando conhecer a serie toda.
    beijos

    ResponderExcluir
  9. Se antes queria ler esse livro, agora pretendo dar uma chance o mais rápido possível. Pois e possível perceber pela sua resenha que a história nos prende a leitura, para desvendar esse mistério que e a personagem, e tudo que esta envolto. Além da história ter sido muito bem construída, com diálogos inteligentes e cativantes. Enfim, essa e mais uma obra que irei incluir na lista de desejados.

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?

    O livro parece realmente ser muito bacana, e acredito que para quem é fã do personagem, que a pessoa não pode deixar de ler. Mas confesso que o "Cavaleiro" em questão não me cativa, em verdade ele me irrita, e isso meio que me afasta das leituras de suas histórias. Na verdade, poucos são os heróis da DC que me cativam... o.o


    Beijo!
    Ana.

    ResponderExcluir
  11. Eu não sou muito ligada em Batman mas amo essa autora, como faz? Concordo contigo, a escrita dela é tão gostosinha que quando a gente se dá conta ja terminou a leitura haha melhor coisa! Espero poder ler em breve. Adorei suas fotos.

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Eu adoro os livros da Marie Lu, mas não curto muito histórias de heróis (exceto os quadrinhos) e menos ainda gosto do Batman. Eu fiquei feliz de saber que você gostou, porém dessa vez eu vou deixar a dica passar.

    Beijos
    www.manuscritoliterario.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Eu nunca li nada da Marie Lu, mas tenho curiosidade, apesar de já ter visto algumas críticas. Confesso que esse livro me deixa receosa e curiosa ao mesmo tempo. Por um lado, quero conhecer a escrita da autora e um livro sobre o Batman desperta meu interesse. Por outro, o Batman é o meu herói favorito e tenho medo de não encontrar no livro o personagem que eu amo.
    Lendo sua resenha, eu fiquei mais animada para conferir esse livro, especialmente por mostrar uma etapa do Batman mais jovem. Fico feliz que você tenha gostado da leitura e que ela seja tão fluida e envolvente.
    Adorei a resenha e vou anotar a dica.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bom?

    Ah, eu estou doida pra ler esse livro. Eu gosto do personagem do Batman nas HQs e, até agora, li um livro dele também, mas ele era mais velho. Então acho legal ver o Bruce mais jovem já dando uma de detetive e tentando desvendar sobre a Madeleine. Eu nunca li nada da Marie Lu, mas acho que essa é uma ótima maneira de conhecer o trabalho dela e ver se realmente é tão envolvente quanto você disse. Espero conseguir ler logo <3

    Enfim, adorei a postagem e agradeço a indicação :)
    Abraços.

    ResponderExcluir
  15. Olá, ficou ótima a sua resenha. Eu ainda não li nada da autora, mas até me aventuraria a começar por esse livro, pois gosto bastante do Batman e adoraria ver essa versão bem mais jovem dele.

    ResponderExcluir
  16. Olá,

    Eu amo o Batman! Sério, sou fissurada na história desse personagem. Ainda não tive a oportunidade de fazer essa leitura, mas desejo loucamente. Além disso, achei maravilhosa essa capa, a editora arrasou na escolha.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir