Título: Princesa Implacável
Autora: Mary Oliveira
Publicação Independente
Ano: 2016 / P√°ginas: 441

Sinopse: Hannah nunca fora um paradigma no que diz respeito ao seu t√≠tulo de princesa. Na verdade, ela sempre tentou fugir dos padr√Ķes impostos pelas leis e doutrinas equivocadamente impostas na sociedade em que vive. E, por mais que estivesse sempre disposta a sair do conto de falhas que sua vida era, ela n√£o conseguira. Nunca tivera sequer uma chance. At√© agora.
Ap√≥s ser obrigada a se casar com um homem sete anos mais velho, homem este respons√°vel por algo terr√≠vel na vida de outra mulher, ela se surpreende quando em sua noite de n√ļpcias ele lhe faz uma proposta. Poderia ser a coisa mais louca que ela faria para fugir de seu pai e a coroa que, com o decorrer dos anos, passou a odiar. Mas era v√°lido, e talvez fosse sua √ļltima chance. A quest√£o era que o destino lhe reservara uma surpresa, um imprevisto, e este agiu de forma inexor√°vel ante todos os seus planos. Mas foi o que a ajudou a descobrir o que estava por tr√°s de seu casamento, e, principalmente, a come√ßar a entender os motivos que levaram seu marido a oferecer-lhe aquele acordo.No fim, ela percebera que havia mais segredos e perigos envolvendo a uni√£o dos dois do que imaginara.



Hoje eu vim aqui, apresentar um livro para vocês que entrou na minha lista de favoritos. Vocês não têm noção do quanto eu amei essa história. Antes de começar a discorrer sobre o livro vamos comentar um fato... QUE CAPA MARAVILHOSA MEU PAI! Essa capa é uma das mais bonitas que eu já vi, além das folhas do livro em si, a diagramação é perfeita! Quem tiver curiosidade de como é página você pode clicar aqui que te redireciona para um foto no meu Instagram. Então, vamos começar a falar dessa coisa maravilhosa.

A hist√≥ria gira em torno de Hannah e Henry, #ShippoHH ūüíõ

Hannah √© a herdeira do trono de Cambridbel, √© seu por direito j√° que √© filha √ļnica. Ela acaba sendo prometida a se casar com o maravilhoso, divindade de Deus, Henry, herdeiro do trono de Constia. Sim meus amores, esse livro √© sobre casamento arranjado, √© como se fosse √† realeza da atualidade, moderna. Obviamente a nossa mocinha n√£o queria se casar com a Divindade de Deus de forma alguma, mas o livro em si j√° come√ßa com eles em sua lua de mel, sim, de in√≠cio eu fiquei confusa  achando que sei l√°, porque come√ßou nessa cena e n√£o antes? Ent√£o ao decorrer da leitura voc√™ v√™ que o foco da autora foi √† vida de casados deles, a relut√Ęncia da Hannah em rela√ß√£o ao Henry, as fofocas do reino, os ataques, e toda a press√£o que a realeza tem. A hist√≥ria n√£o √© apenas um romance clich√™ besta, ela √© um romance com drama e de certa forma, a√ß√£o. Completamente o oposto do que eu imaginava. Eu n√£o tinha expectativas com esse livro. Pela sinopse e capa eu achei que fosse gostar obviamente, mas a leitura me prendeu do in√≠cio ao fim, de uma forma que eu nem imaginava.

A Hannah n√£o foi a minha personagem favorita no in√≠cio, eu queria dar umas tapas nela. A mulher tinha um ep√≠tome de homem como o Henry e ficava nesse p√© atr√°s, mas bem, eu n√£o posso odi√°-la, pois compreendi o motivo de tal ato. Hannah queria sair dessa viva de realeza, e o casamento n√£o era uma forma de conseguir isso. Mas ainda fiquei com o p√© atr√°s por causa dela, pois achei demorado ela se libertar dessa relut√Ęncia, ainda mais ap√≥s conhecer o Henry melhor. Deus, esse homem √©... Beija-me Henry!

Agora o nosso mocinho, Henry √© outra hist√≥ria, eu o amei do in√≠cio ao fim. Desde o in√≠cio ele me prendeu com as suas atitudes doces, mas eu amei o fato de que ele firme na decis√£o de ter Hannah para si, n√£o importa o tanto que ela lute contra. √Č como eu disse, esse homem √© de outro mundo. Eu queria um Henry para mim. Quando eu lia as cenas da Hannah na lua de mel eu s√≥ ficava pensando "mulher, se voc√™ n√£o quer, tem quem queira."


 Agora deixa falar pra voc√™s, pra mim o livro come√ßa mesmo √© quando eles retornam ao castelo devido √† morte do pai do Henry. Eu me senti como se estivesse lendo outra hist√≥ria, pois de um romance normal ela evoluiu para algo not√≥rio. N√£o s√≥ a Hannah muda totalmente, a mulher se torna o amor em pessoa quando se fala de Henry. Eles formam um casal meigo, mas mesmo assim fortes. Henry e Hannah √© um exemplo claro de que um casal de verdade luta as suas batalhas juntos, n√£o individualmente, e com essa uni√£o eles prosperam rumo a grandeza. A autora Mary Oliveira coloca todo o drama dos principiados, das press√Ķes da realeza, da ocupa√ß√£o e do desgaste que √©. Ent√£o gente, eu amei a hist√≥ria, do in√≠cio ao fim, claro que a segunda parte me cativou mais que a primeira, mas a hist√≥ria toda √© bem escrita. O livro √© um mar de reviravoltas e eu sei que se voc√™s lerem at√© o final voc√™s v√£o surtar, igual a como eu surtei. QUE FINAL MEU POVO! QUE DRAMA! ūüėć

Um Coment√°rio

  1. Que resenha maravilhosa!!!!! Muito obrigada, flor!!! Adorei a sinceridade! J√° pode entrar pro club das que odiaram a Hannah ���������������� ela me estressou muito Enquanto eu escrevia�� .
    Fico muito feliz por ter gostado tanto do livro �� obrigada pela resenha linda ��

    ResponderExcluir