Título: Um Beijo à Meia-Noite
Série: Conto de Fadas #2
Autora: Eloisa James
Editora: Arqueiro
Páginas: 320  /  Ano: 2017
Descriçao: Kate Daltry é uma jovem de 23 anos que não costuma frequentar os salões da alta sociedade. Desde a morte do pai, sete anos antes, ela se vê praticamente presa à propriedade da família, atendendo aos caprichos da madrasta, Mariana. Por isso, quando a detestável mulher a obriga a comparecer a um baile, Kate fica revoltada, mas acaba obedecendo. Lá, conhece o sedutor Gabriel, um príncipe irresistível. E irritante. A atração entre eles é imediata e fulminante, mas ambos sabem que um relacionamento é impossível. Afinal, Gabriel já está prometido a outra mulher – uma princesa! – e precisa com urgência do dote milionário para sustentar o castelo. Ele deveria se empenhar em cortejar sua futura esposa, não Kate, a inteligente e intempestiva mocinha que se recusa a bajulá-lo o tempo todo. No entanto, Gabriel não consegue disfarçar o enorme desejo que sente por ela. Determinado a tê-la para si, o príncipe precisará decidir, de uma vez por todas, quem reinará em seu castelo.

Estou perdido. Ela me deixou perdido.


Resenha

Um beijo à meia-noite traz a história de Katherine e Gabriel. O livro é um romance de época e nele iremos desfrutar de situações cômicas e uma atração intensa, mas destinada ao fim desde o início. Este é o segundo livro da série Conto de Fadas da autora Eloisa James e está sendo publicado no Brasil pela Editora Arqueiro.

A meia-irmã de Kate, Victoria, precisa desesperadamente da aprovação de um parente de seu noivo para enfim firmar o seu casamento com Algernon Bennett, pessoa pela qual é apaixonada. Porém a chance de receber essa aprovação é conquistando o príncipe Gabriel, tio de Algernon, para que ele forneça a sua benção. O grande problema é que Victoria teve um súbito acidente que a deixa incapacitada de ir ao encontro do príncipe. E é aí que a verdadeira história começa.

A madrasta de Katherine ordena que ela se passe por Victoria na visita ao castelo do príncipe, mas há um porém, ambas são diferentes em vários aspectos então como o tal plano seria possível? Ainda mais porque Kate não possui a mesma educação que a irmã e não sabe se portar perante a sociedade. Por fim Kate aceita participar de tal confusão e passa a viver como a bela e radiante Victoria Daltry.
Acho que é tarde demais para eu me transformar em uma dama. A esta altura, seria necessário uma varinha de condão.
Kate se encaminha ao castelo ao lado de Algernon, só que as coisas se complicam ainda mais quando ela sente uma irrevogável atração pelo príncipe e o mesmo retribui os sentimentos com intensidade.

Katherine Daltry é uma órfã que agora vive sob os cuidados de sua madrasta, Mariana Daltry. Com a morte de seu pai Kate perdeu tudo, dinheiro, amor, liberdade, ela passa a viver uma vida simples, trabalhando incansavelmente na casa e vivendo como uma empregada. Ao conhecer Gabriel ela não precisa fingir ser outra pessoa, ela é apenas Katherine, uma moça que não tem medo de falar o que pensa e com uma inteligência notável.
Sua Kate. Resplandecente como uma tocha, uma mulher forte, sensual, deslumbrante.
Gabriel Augustus-Frederick William von Aschenberg of Warl-Marburg-Baalsfeld, precisa de uma esposa, ou melhor, do dinheiro que vem com uma esposa. É o seu dever cuidar de tudo e todos e para isso o dinheiro será necessário. O que Gabriel não esperava era se ver enfeitiçado pela bela noiva de seu sobrinho. Uma moça de personalidade forte que não se submete a ele por causa de seu título.

Ambos os personagens são incríveis de suas formas. Gabriel passa longe de ser um homem odioso, apesar de ter inúmeras responsabilidades ele não perde o seu jeito encantador e apaixonante. Kate é o complemento perfeito para ele. A moça não tem medo de demonstrar sua opinião e falar o que exatamente pensa. Para Gabriel isso é incrível já que ele foi mimado por todos durante toda a sua vida independente do que fizesse ou da gravidade do seu erro.
Eu gostaria, ao menos uma vez, que uma mulher me visse como algo desvinculado de uma coroa. Apenas como um homem igual aos outros.
Este livro me encantou de diversas formas, foi algo que comecei e simplesmente não consegui mais parar. Eloisa James está me conquistando mais e mais com a sua escrita e seus personagens que faz você sentir que foram realmente feitos um para o outro. Apesar de Um Beijo a Meia-Noite ser uma espécie de uma versão de Cinderela, a autora trouxe algo original e apaixonante. Esse livro é literalmente uma nova versão de contos de fadas em que mostra que a magia acaba a Meia noite, mas o amor que construíram até isso, não.
– Esquecerei Kate com o tempo. – Ele olhou Wick diretamente nos olhos enquanto falava.Ele nunca a esqueceria. Wick sabia disso também.
Se você é fã de romance de época esse livro definitivamente é uma maravilhosa dica. Se tiverem a oportunidade de conhecer a obra ou a série, não deixem passar!


Capa e Diagramação

A Editora Arqueiro como sempre foi cuidadosa com a publicação. A capa do livro está simplesmente maravilhosa e não encontrei erros durante a leitura. Esse livro definitivamente é um dos que mais aprecio na minha estante.

Ele se abaixou. Era um dos sapatinhos de cristal. Reluzia em sua mão, tão delicado e absurdo como qualquer acessório feminino que ele já vira.

5 Comentários

  1. Li o primeiro livro da série e me apaixonei pela escrita da autora. Eu nunca tinha lido uma releitura de contos de fada como um romance de época. Eu achei muito genial, e me apaixonei demais pela trama. Agora estou louca para iniciar essa nova leitura, e pela sua resenha, tenho certeza de que vou amar!
    Amei as fotos, quero um sapatinho de cristal que nem esse! <333
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  2. Oii,
    a edição da Arqueiro está mesmo muito bonita, mas infelizmente a história não me atrai muito... vou passar a dica.

    http://anneandcia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. A capa está uma coisa de outro mundo, mas confesso que não gosto de contos de fadas e nem de releituras, por isso deixarei a dica passar.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oiee ^^
    Ao mesmo tempo em que quero ler esse livro, sinto receio de lê-lo e acabar não gostando. Eu adoro romances de época, mas sair da minha zona de conforto (Julia Quinn, Lisa Kleypas, Mary Balogh e etc) é um pouco difícil, e a premissa desse livro não me chama totalmente a atenção. Fico feliz em saber que gostou da história, vou colocar na listinha de desejados, mas não prometo ler tão cedo...rs'
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Eu estou louca para ler este livro. Nunca li nada da autora, mas tenho gostado cada vez mais de romances de época e uma releitura de Cinderela (minha princesa favorita) me deixa ainda mais curiosa.
    Fico feliz de saber que você gostou tanto da leitura e fiquei ainda mais animada por saber que a protagonista tem uma personalidade forte e que o mocinho é tão encantador. Pela sua resenha já deu para perceber que a autora soube construir bem os personagens e o romance.
    Adorei a resenha e espero ler este livro em breve.
    Beijos!

    ResponderExcluir