Lillian Hargrove viveu sozinha por anos, reclusa, ansiando por amor e companhia. Desiludida de que todos os seus sonhos pudessem um dia se tornar realidade, a mais bela jovem da Inglaterra se envolve com um artista libertino e mentiroso, que promete amá-la para sempre e implora para que ela pose como sua musa para um escandaloso retrato.Encantada pelo carinho e pela admiração que recebe dele, Lily aceita a proposta e se entrega de corpo e alma ao homem mais falso de Londres, mas fica exposta para toda a Sociedade, tornando-se motivo de piada e vergonha.A jovem, entretanto, não esperava que um bruto escocês, recentemente intitulado Duque de Warnick e nomeado seu guardião, atravessasse a fronteira da Inglaterra para impedir que a ruína a alcançasse.
Warnick chega em Londres com um único objetivo: casar sua protegida – que é bonita demais –, transferindo o problema para outra pessoa, e, em seguida, voltar à sua vida tranquila na Escócia, longe daquele lugar odioso que é Londres.O plano parece perfeito, até Lily declarar que só se casaria por amor, e o duque escocês perceber que, aparentemente, há algo naquele país que ele realmente gosta.
Escândalos & Canalhas #2 • Romance de Época • Selo Gutenberg
288 páginas • 2017


Resenha

Amor para um escocês é o segundo volume da série Escândalos & Canalhas e foi escrito pela autora Sarah MacLean. A série está sendo publicada no Brasil pela Editora Autêntica, no selo Gutenberg. O livro conta a história de Lillian Hargrove e Alec Stuart, o Duque de Warnick.

Lily é uma mulher extremamente bela, a mais bonita de Londres, porém diferente das outras jovens de sua idade ela nunca passou por uma temporada devido à perda de seus pais. Ela passou a sua vida indo para guarda de duques como pupila do Ducado de Warnick, e cada vez que um chegava a falecer, outro assumia a sua tutela. Após se encontrar com Derek Hawkings ela acaba caindo em seu charme, e tirando proveito da moça, o mesmo a convence a posar nua para ele. Porém não é uma pintura pessoal como ela esperava, e sim um quadro que Derek irá expor para toda Londres, o que seria uma grande tragédia para Lily. O homem a iludiu da pior forma possível, e tirou proveito de seu erro de confundir atenção, algo que ele nunca recebeu, com amor.
Um homem do meu calibre não se casaria com uma mulher do seu.
Junto com o título de Alec como o Duque de Warnick, veio consigo um anuncio de que ele tem como sua pupila Lillian Hargrove, que por acaso está envolvida no meio de um grande escândalo e Alec deve ajuda-la a resolver essa grande confusão. O escocês não está nada feliz com o seu título e por ter que se envolver no problema dos outros, mas ele não irá fugir da responsabilidade que lhe foi imposta.
Além das propriedades, dos criados, das pinturas e tapeçaria que ele tinha herdado, além do titulo que ele não pretendia usar, o Duque de Warnick havia herdado algo mais. Uma mulher.
A pintura será a ultima peça a ser exibida na Exposição Real dentro de dez dias, e é este o tempo que eles têm para corrigir este problema. O plano inicial de Alec era que Derek se casasse com Lily, mas ao ver com seus próprios olhos que o homem é um cretino pomposo, ele logo vê que isso não é mais uma opção. O importante agora não é com quem Lily vai se casar, e sim que ela se case. E quando por fim ela se casasse, ele poderia voltar para a segurança que é o seu lar na Escócia.
Lillian Hargrove não era outra coisa que não um problema. Do pior tipo, do tipo que obrigava os homens a fazer coisas estúpidas, como beijá-la até perder a razão.
Ao decorrer dos momentos que passam juntos, uma atração começa a crescer até se transformar em um fervoroso desejo. Por causa do passado de Alec, ele não acredita ser o homem para Lily, o que o faz negar todos os sentimentos amorosos que sente por ela. Ele a quer, mas não pode tê-la. Lily quer fugir de Londres o mais rápido possível, mas ela sabe que esse escândalo irá persegui-la por onde quer que ela vá. Ao decorrer de sua busca por pretendentes ela começa a sentir algo mais por seu protetor, Alec. Nesta guerra contra seus desejos, uma batalha perdida faz com que tudo desmorone.

Este foi o meu primeiro livro da autora Sarah MacLean, e posso afirmar que foi um dos livros mais apaixonantes que tive o prazer de ler. Sua escrita é extremamente fluida, seus diálogos envolventes e seus personagens apaixonantes. É uma autora que nos conquista desde o início, então eu espero poder ter a oportunidade e ler mais obras dela daqui para frente. A diagramação da Gutenberg está impecável, o acabamento em brochura, páginas amareladas, e a escolha da fonte e tamanho foram perfeitas para proporcionar uma leitura ainda mais agradável.







Se você quer romance, chame um escocês.

10 Comentários

  1. Oi Bruna! Tenho muita vontade de ler os livros dessa autora, porque gosto muito de romance de época e ver uma protagonista tão forte e ousada, apesar de ter sido iludida amorosamente e conseguir encontrar um novo amor, é bem interessante.
    Eu imaginei que fosse mais água com açúcar, mas pelo visto não! Valeu a dica!


    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem?

    Eu já vi milhares de romances de época nos últimos anos, mas infelizmente são pouquíssimos os que me fazem querer entrar de cabeça e ler como se não houvesse amanhã. No final das contas, eu sempre acabo achando que é tudo mais do mesmo, e desisto, rs.

    Mesmo assim, vou deixar o título anotado aqui.

    Beijos
    @blogodiariodoleitor

    ResponderExcluir
  3. Quero muito ler esse livro, amo romance de época, mas tive um pequeno infarto com o quote falando do calibre do homem, aiii que ódio rsrs. Por outro lado quero conhecer pessoalmente Lily e a escrita da Maclean para conferir se realmente o livro e esses personagens são apaixonantes.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Eu adoro as fotos que voce coloca nos posts! Nunca li nada mas só de ver essas fotografias super lindinhas fiquei com vontade, a maneira que ela conduz a história me lembra tantas outras autoras que gosto bastante. Espero ler algo dela em breve!

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Eu tenho um probleminha com romances de época, pois eu não consigo ler de jeito nenhum. Gostei da premissa do livro e da edição, bastante atraente. Já ouvi falar da autora, mas não li nada dela, quem sabe seja esse o primeiro livro. Adorei a resenha.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Olá, eu gosto da escrita da autora e tenho esse livro na estante há algum tempo e ainda não o li, mas fico contente que tenha sido uma boa leitura para você, fiquei mais animada para conhecer esse casal protagonista.

    ResponderExcluir
  7. Oii tudo bem??

    Acredita que tenho pavor dessas capas dessa serie, simplesmente não gosto.
    Gostei de saber que pode ler os livros da serie separadamente, e apesar das capas pretendo conhecer mais a escrita da autora.
    Fico feliz que te cativou e espero o mesmo quando ler.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    Eu sempre vejo muitos elogios para a escrita desta autora, mas nunca tive a oportunidade de ler nada dela. Essa série é bem famosa e, só pelo enredo desse livro, já fiquei bastante curiosa para ler.
    Gostei de saber que os personagens são tão apaixonantes e que os diálogos são envolventes. Acredito que a leitura seja realmente fluida e fiquei curiosa para ver como esse romance vai se desenvolver.
    Adorei a resenha e já anotei a dica.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Eu já li vários livros da Sarah por isso te entendo quando pontua sobre a qualidade da sua maneira de narrar uma história. Realmente ela é incrível. A diagramação parece tá bem caprichada Também, ponto para a autora. Além disso, o enredo me parece ser diferente do que estamos acostumadas a ler em livros de época. Enfim, amei saber mais sobre esse livro que pretendo ler muito em breve.

    Beijos
    http://ventoliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    A escrita da Sarah McLean é apaixonante e essa história é maravilhosa. Os personagens são envolventes e dinâmicos, a leitura é tão fluida que nem nos damos conta quando o livro chega ao final.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir